13.4.13

Quase tudo

Com quase tudo se pode lidar.
Luto, dor, separação, contas a pagar.
Mas como enfrentar a sensação
de que todo esforço é vão?
De que não há paz em resistir
Nem vergonha em se entregar?
Eu mesmo
já lutei contra quase tudo (tudo)
Mas caio mudo quando percebo
quem ainda me resta enfrentar:
eu mesmo.
E minhas ganas de desistir
e não sonhar.
De me destruir
e renunciar.


(Vinicius Linné)

Via Pessoas que inspiram