20.5.13

HARMONIA ESPIRITUAL

Ouça
o pensamento da esfera Maior,
dos emaranhados raios de sol,
arco-íris e estrelas,
aos invisíveis cristais alados do cosmo,
uma voz silenciosa clama: equilíbrio e
harmonia aos seres do universo.
É um convite, um chamado latente.
Ás portas dos lares terrestres,
uma luz exorta: renúncia e
disciplina ao coração humano,
sublinhadas nas mãos do tempo,
transformando páginas de vidas,
num pacto de hora e momento..
Pois lágrimas de esperança,
se esfacelam, feridas, de fragmentos segundos
onde o homem não se faz do próximo, irmão.
onde a mesa é farta, outras tantas falta o pão,
até quando, o tempo fala e ensina,
por onde caminham os cegos, surdos, mudos
e tantos, não querem ver, ouvir e falar;
a voz que balsamiza, os lamentos profundos.
sinônimo de graça, exemplos inumeráveis,
fluem e se vestem de coloridas formas e traços
no labor da parcela múltipla, do ser e viver.
Da natureza, a grande magia:
nascer, transformar e servir.
encante-se, vislumbre-se e pense sem agito,
ouça e deixe falar, a idade do espírito.
( Alceu purcena Guimarães )

HARMONIA ESPIRITUAL

Ouça

o pensamento da esfera Maior,
dos emaranhados raios de sol, 
arco-íris e estrelas,

aos invisíveis cristais alados do cosmo,
uma voz silenciosa clama: equilíbrio e 
harmonia aos seres do universo.

É um convite, um chamado latente.
Ás portas dos lares terrestres,
uma luz exorta: renúncia e 
disciplina ao coração humano,
sublinhadas nas mãos do tempo,

transformando páginas de vidas, 
num pacto de hora e momento..

Pois

lágrimas de esperança,
se esfacelam, feridas, de fragmentos segundos
onde o homem não se faz do próximo, irmão.
onde a mesa é farta, outras tantas falta o pão,
até quando, o tempo fala e ensina,

por onde caminham os cegos, surdos, mudos
e tantos, não querem ver, ouvir e falar;
a voz que balsamiza, os lamentos profundos.
sinônimo de graça, exemplos inumeráveis,

fluem e se vestem de coloridas formas e traços
no labor da parcela múltipla, do ser e viver.
Da natureza, a grande magia:
nascer, transformar e servir.
encante-se, vislumbre-se e pense sem agito,
ouça e deixe falar, a idade do espírito.


( Alceu purcena Guimarães )

Via Espiritismo Consolador