6.6.13

A paciência

Muitos cultivam a raiva acreditando que ela é uma boa aliada na sua defesa, mas na verdade a raiva só cria conflitos, perturba a mente e as emoções e não é boa conselheira. A Paciência, por outro lado, é uma das maiores virtudes, e no sentido mais profundo, espiritualmente falando, não se refere a saber esperar, mas a virtude de não alterar o seu estado ânimo, de não ser reativo, dependente emocionalmente de circunstâncias externas. A paciência surge quando cultivamos internamente, por meio de meditação, o bem estar e com treino trazemos isso para o nosso dia-dia. Podemos nos defender com calma no momento certo, podemos nos defender ajudando o outro.
Gotas de Sabedoria.

A paciência:
Muitos cultivam a raiva acreditando que ela é uma boa aliada na sua defesa, mas na verdade a raiva só cria conflitos, perturba a mente e as emoções e não é boa conselheira. A Paciência, por outro lado, é uma das maiores virtudes, e no sentido mais profundo, espiritualmente falando, não se refere a saber esperar, mas a virtude de não alterar o seu estado ânimo, de não ser reativo, dependente emocionalmente de circunstâncias externas. A paciência surge quando cultivamos internamente, por meio de meditação, o bem estar e com treino trazemos isso para o nosso dia-dia.  Podemos nos defender com calma no momento certo, podemos nos defender ajudando o outro.
Gotas de Sabedoria.