28.9.13

Como anda a sua motivação?

Certamente, você é uma pessoa que tem muitos sonhos. E agora chegou o momento para uma reflexão bem sincera: o que está fazendo para que os seus desejos se realizem? Você conseguiria afirmar que fez tudo o que estava ao seu alcance para conquistar o que queria?

Se esses questionamentos lhe trouxeram a impressão de que a sua determinação está insuficiente, não se culpe. Talvez o que esteja faltando não seja vontade, mas, sim, um pouco mais de comprometimento. “Motivação é o modo como eu faço algo para cumprir um objetivo estabelecido a despeito do cansaço, do sono, da fome…”, define o Dr. Jô Furlan, autor do livro Inteligência do sucesso.

Qualquer coisa pode se tornar uma razão na sua busca pelas metas: um filho, um curso, uma música ou até mesmo o medo. “Às vezes, a preocupação de não entregar um projeto dentro do prazo e levar uma bronca do chefe podem me dar energia para concluí-lo”, exemplifica o especialista.

Ter garra é ter responsabilidade

Para o médico, o que torna uma pessoa motivada ou não são as escolhas que ela faz na vida. Por exemplo, quando você pensa em seus problemas, sente-se paralisado ou desafiado a resolvê-los?

“Dependendo da minha resposta, os meus neurotransmissores liberarão substâncias distintas no corpo, o que determinará todas as minhas reações às coisas que acontecem”, explica o Dr. Jô.

Outro grande inimigo da pessoa determinada é “ligar o piloto automático” e deixar as coisas acontecerem. É extremamente prejudicial, porque, ao agir dessa forma, você não se responsabiliza pelo próprio futuro. “Quem tem menos turbulências tem poucos resultados”, alerta o médico.

Tudo é uma questão de treino

Se você está se sentindo desanimado com as suas ações, o jeito é reverter a situação. Porém, não há fórmula mágica: será necessário traçar metas e se comprometer com elas. “A motivação é o combustível: se eu não tiver um objetivo, não sairei do lugar”, completa o Dr. Jô.

É claro que não precisa sair por aí inventando mil planos para os próximos 30 anos. Se estiver difícil, comece com coisas simples que você curtiria fazer. “Nem que seja comprar flores e ter que acordar cedo todos os dias para regá-las”, brinca o médico.

Mas, apenas a motivação garante que os seus sonhos sejam alcançados? Infelizmente, não! Pode ser que, por mais que você lute, não consiga chegar aonde queria. Então, a solução é fazer uma retrospectiva para detectar os seus erros, mudar de estratégia e tentar de novo.

Portal Vital