28.11.13

Dois grandes amigos

Conta uma lenda árabe que dois grandes amigos, ao viajar pelo deserto, discutiram e um deu uma bofetada no outro.
Magoado, o agredido escreveu na areia: “Hoje, meu melhor amigo me deu uma bofetada no rosto”.
Seguiram adiante e encontraram um oásis, onde resolveram banhar-se.
O que havia levado o tapa começou a se afogar, sendo salvo pelo amigo que antes lhe dera a bofetada. Ao recuperar-se, pegou um canivete e escreveu numa pedra: “Hoje meu melhor amigo salvou a minha vida”.
Intrigado, o outro perguntou:
- Por que, quando eu te magoei você escreveu na areia e agora você escreveu na pedra?
Sorrindo, o que foi salvo respondeu:
- Quando um grande amigo nos magoa, devemos escrever onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregue de borrar e apagar o ocorrido. Por outro lado, quando nos acontece algo grandioso, devemos gravar isso na pedra e na lembrança, onde vento nenhum em todo o mundo poderá sequer borrá-lo.


(do livro Atitudes Vencedoras, de Carlos Hilsdorf)