20.11.13

Voe


Deixe-se levar pela ternura.
O que a alma sente é por natureza livre.
Deixe-se conduzir pela leveza.
O que é profundo é, ao mesmo tempo, suave e forte.
Deixe-se penetrar pela bondade.
A vida sempre responde bem ao que movimenta o que recebe.
Deixe-se ser cuidado.
O amor do outro cura a alma, aproximando-a do divino.
Deixe-se impregnar pela poesia.
Sua arte leva o espírito às dimensões transcendentes.
Deixe-se ousar.
A criatividade é mãe da alegria e da ciência de viver.
Deixe-se experimentar o sabor de viver apaixonadamente.
A vida se revela prazerosa àquele que a torna intensa.
Deixe-se envolver pela espiritualidade.
O ser humano é espírito, independentemente do corpo que lhe serve de instrumento.
Deixe-se voar. O voo é dos que descobriram a liberdade.
Ame o voar; voe no amor.
Adenáuer Novaes

Via Fonte Eterna