26.4.14

Via Espiritualidade é amor

"Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar, e o que amar nessa vida."

Padre Fábio de Melo

O sofrimento é só um termômetro, que nos avisa quando a direção do nosso caminho pessoal esta errada.!
Paulo Valzacchi Valzacchi

Menino esperto

Via Revista Bula

“A estrada para a felicidade é pavimentada com oportunidades douradas. Diga sim a elas e cada passo terá a garantia de um retorno de multimilhões. As ações desempenhadas ao longo do caminho tornam-se a tinta para desenhar as linhas da fortuna. E quando encontramos companheiros para andar juntos sobre esse caminho, uma parcela maior de felicidade é gerada. Ações coletivas, precedidas de conquistas individuais, são os catalizadores das grandes transformações no mundo.
Existe uma estreita conexão entre pureza e felicidade. Não aquela felicidade efêmera que depende de eventos e circunstâncias favoráveis, mas a felicidade verdadeira, fruto de um profundo trabalho interior. Quando não consigo purificar as negatividades que se instalam na mente, fico descontente diante da minha incapacidade de mudar. Mas quando consigo promover uma limpeza nos meus pensamentos e sentimentos, fico satisfeito com a silenciosa vitória pessoal e experimento felicidade sem limites.”
Brahma Kumaris - Brasil (Oficial)

Via Inspire

O que mais dói...

 

O que mais dói não é o quanto as pessoas são superficiais mas sim o quanto elas usam disso para machucar pessoas profundas e essenciais...

O que mais dói não é a ausência presente de hoje mas sim a presença ausente de todos os dias anteriores...

O que mais dói não é ser trocado tantas vezes por alguém mas sim ficar buscando sempre razões em você mesmo para justificar os fatos tentando diminuir sua dor...

O que mais dói não é o medo de nunca mais ver aquele sorriso de outrora mas sim que nunca mais consigam arrancar em você um que seja realmente sincero...

O que mais dói não é tentar entender porque algumas pessoas preferem trocar infinitudes de sinceridade por segundos de ilusão mas sim tentar compreender o quanto a ilusão é importante na vida destas pessoas e que elas não abrirão mão de viver isto...

O que mais dói não são as mentiras desnecessárias mas sim ter de fazer delas verdades incontestáveis para tentar salvar algo que nunca foi tão verdadeiro...

O que mais dói não é perceber o quanto tudo que você fez foi em vão mas perceber o pouco que fizeram por você em reconhecimento a isto...

O que mais dói não é saber que alguém sempre iludia você mas tentar encontrar razões inexistentes pelas quais isto acontecia e tentar se perdoar por sempre ter aceitado isto...

O que mais dói não é perder um grande amor mas sim perceber que você nunca foi tão importante para esse alguém...

O que mais dói não é a sua insatisfação por tudo ruim que você não aceitava nas pessoas mas sim a conformação e acomodação das pessoas em viverem sempre este lado ruim...

O que mais dói não é se culpar o quanto algumas coisas te fazem lembrar de outras mas sim o quanto as pessoas esquecem rápido da importância do outro e de tudo de bom que se foi vivido...

O que mais dói não é por você ter consciência tranquila de que fez sua parte deu o seu melhor e ainda assim não ter dado certo mas sim por a pessoa mesmo tendo errado e se fazer de vítima da situação não ter tido a humildade sequer de te pedir perdão...

O que mais dói enfim não é ter dado seu melhor pra alguém mas sim ter recebido em troca desse alguém o seu pior lado...

(Autor: Saullo Cintra Maia)

Via Foco, fé e positividades

REPITA, REPITA, QUE PEGA!

tumblr_li82hw3pRH1qb86v3o1_500


Toda ordem que você manda para o subconsciente, com determinação, ele trata de realizar.

Muitas vezes você se queixa de que não consegue as coisas que mentaliza, mas se esquece de que há uma dicotomia nos seus pensamentos.

Dona Julieta era uma senhora muito nervosa. Eu fiz uma oração, que ela deveria mentalizar à noite, de manhã e mais algumas vezes por dia, principalmente quando se sentisse agitada. Ela fazia a oração metodicamente. E veio se queixar que não havia progredido nada.

Na oração dizia para si mesma que era calma, que era muito calma, mas na realidade poucas vezes isso acontecia.

Procurei saber o que se passava na mente da dona Julieta e observei que, ao mesmo tempo que se programava para ser calma, tinha a sensação de que era nervosa e achava que estava mentindo para si mesma; por outro lado, toda vez que se encontrava com amigas e comadres, o assunto caía invariavelmente no seu nervosismo.

Ora, eram duas forças lutando dentro dela, cada uma querendo impor-se ao subconsciente. Ela estava fazendo, na verdade, duas orações opostas e contraditórias. É isso que acontece quando a oração não é ouvida.

Que fazer, então, para solucionar a situação?

tumblr_ls1o60Lu2H1qgbtzeo1_500

Buscar um outro caminho, o caminho muito usado pelas agências de propaganda. Você liga a televisão porque tem interesse no seu
programa, na sua novela, no seu filme. Mas, no meio do seu programa, você tem que aceitar a propaganda que é colocada.

Aparentemente, você permanece indiferente às propagandas, pois o que você quer mesmo é assistir o seu programa. No entanto, você vê demonstrações sobre essa ou aquela pasta de dentes, o cigarro tal dos carrões e que leva vantagem em tudo, essa bebida que conquista mulheres, essa financeira que rende mais, aquela loja que vende isso e aquilo, assim por diante. Conscientemente, você está ligado apenas no seu programa, mas a propaganda acaba por influenciá-lo e lá vai você adquirir o produto.

Seu subconsciente aceitou a mensagem depois de tanta repetição e você acabou entrando na compra.

A repetição é uma forma de impressionar o subconsciente.

Quando você está nervoso, se repete e repete: “Eu sou calmo, eu sou muito calmo”, e continua repetindo, você ficará calmo.

Não use a formulação negativa, porque a palavra cria a imagem negativa. Por exemplo, se você diz “eu não estou nervoso”, a imagem que mais gravará, por certo, é a da palavra nervoso e essa é uma imagem negativa. Simplesmente afirme a imagem que você deseja: “Eu sou calmo”.

Não se preocupe se inicialmente nada acontece. Batei e abrir-se-vos-á – já dizia o grande Mestre Jesus.

Lauro Trevisan em: O Poder Infinito da Sua Mente

UM PEDAÇO DE VOCÊ

 

Um pedaço de você já ficou no tempo,

quando você deixou de ler um bom livro,

quando não acreditou naquele amigo…

Quando não aproveitou aquele instante

para falar de amor,

quando não abraçou seu pai e nem beijou a mãe.

Um pedaço de você se perdeu na curva,

quando abandonou o seu sonho sem tentar,

quando aceitou trabalhar onde não gostava,

quando fazia o que não suportava…

Quando disse sim, quando queria dizer não,

quando deixou o amor morrer

antes de nascer, por medo de sofrer…

Um pedaço de você ficou parado,

quando você não quis fazer um novo percurso,

quando se conformou com o velho,

quando ficou parado vendo o povo correr…

Quando votou em branco, se podia escolher,

quando não apareceu quando era esperado.

A vida pede atitude em cada instante,

e passa por cima de quem se cala,

de quem aceita, de quem acredita que tudo

está irremediavelmente perdido.

A vida desacata quem não se aceita,

humilha quem não se valoriza,

ensina com amor os que amam sem medidas,

ensina com dor, os que fogem das lições.

Um pedaço de você quer tudo, outro quer se esconder.

Assim, cabe a você, só a você,

dosar ansiedade e apatia,

ter um tempo para criar e outro para executar…

Falar e ouvir, ensinar e aprender, caminhar e correr…

Amar e ser amado, falar baixo e gritar.

Ter um tempo para refletir…

Só não vale cruzar os braços!

Só não vale não ser você!

Só não vale esquecer:

Que nada é mais importante que você.

Autoria de Paulo Roberto Gaefke

Via Libélula Encantada

À PROCURA DA FELICIDADE – UMA LINDA REFLEXÃO!

Imagine spring

Um homem não conseguia encontrar a felicidade em lugar nenhum.

Um dia ele resolveu sair pelo mundo à procura da felicidade.

Fechou a porta da sua casa e partiu com a disposição de percorrer todos os caminhos da terra até encontrar o lugar de ser feliz.

Aonde chegava reunia um grupo a quem explicava os planos que tinha para ser feliz. Afirmava que seus seguidores seriam felizes na posse de regiões gigantescas, onde haveria montes de ouro. Mas o povo lamentava e ninguém o seguia.

No dia seguinte novamente partia. Assim, foi percorrendo cidades e cidades, de país em país, anos a fio. Mas um dia percebeu que estava ficando velho sem ter encontrado a felicidade.

Seus cabelos tingiam-se de branco, suas mãos estavam enrugadas, suas roupas esfarrapadas, os calçados aos pedaços. Além disso, estava cansado de procurar a felicidade, tão inutilmente.

Enfim, depois de muito andar, parou em frente de uma casa antiga. As janelas de vidro estavam quebradas, o mato cobria o canteiro do jardim, a poeira invadia quartos e salas.

Ele olhou e pensou que ali, naquela casa desprezada e sem dono, ele construiria a sua felicidade: arrumaria o telhado, colocaria vidro nas janelas, pintaria as paredes, cuidaria do jardim.Vou ser feliz aqui- disse ele.

E o homem cansado foi andando até chegar a porta. Quando entrou, ficou imóvel, perplexo! Aquela era a sua própria casa, que ele abandonou há tantos anos à procura da felicidade.

 

Então ele compreendeu que de nada tinha adiantado dar a volta ao mundo, pois a felicidade estava dentro da própria casa e ele não tinha percebido.

Autor Desconhecido

Via The Secret