2.8.14

Uns queriam um emprego melhor; outros, só um emprego.
Uns queriam uma
refeição mais farta;
outros, só uma refeição.
Uns queriam uma
vida mais amena;
outros, apenas viver.
Uns queriam pais
mais esclarecidos;
outros, apenas ter pais.
Uns queriam ter olhos claros; outros, apenas enxergar.
Uns queriam ter voz bonita; outros, apenas falar.
Uns queriam silêncio;
outros, apenas ouvir.
Uns queriam sapato novo;
outros, apenas ter pés.
Uns queriam um carro;
outros, apenas andar.
UNS QUERIAM O SUPÉRFLUO;
OUTROS, APENAS O NECESSÁRIO.

Chico Xavier

Via Mensagens epíritas-Anjos da Noite

Via O Bosque de Berkana

Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter… Calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e minhas alegrias.

Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz. E então, só aí poderás julgar. Cada um tem a sua própria história. Não compare a sua vida com a dos outros.
Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida.

Clarice Lispector

Via Coisas que eu sei

COMO ESQUECER UM GRANDE AMOR…


esquecer-ex-separacao-650x350

 

O psiquiatra e especialista em programação neurolinguística Jairo Mancilha ensina como esquecer um grande amor.

Acolha o sentimento

A primeira dica é sentir o momento presente para não ficar se lamentando pelo que passou e não ficar ansiosa no que está por vir. Contudo, segundo o especialista, é preciso aceitar o sentimento de tristeza. “Passe metaforicamente pelo fogo, sofra, esgote, chore, sempre mantendo o aqui e agora, e isso ajudará a transformar o sentimento”, ensina.

Não fale mal

De acordo com o psiquiatra é importante perceber que o que aconteceu tinha que acontecer e que o relacionamento chegou ao fim. As lamentações só prolongam o sofrimento. “Tudo o que você concentra, aumenta. Então, ao ficar falando sobre o ex você irá aumentar o significado dele para você”, afirma Mancilha.

Parta para outra

O especialista explica que depois de viver o luto, é importante que a pessoa se abra para novos relacionamentos. A dica é sair de casa, aceitar os convites para festas, reencontrar amigos, fazer amigos novos e viajar. “Se a pessoa se sentir bem naturalmente ela irá atrair pessoas interessantes para o seu círculo”, completa.

Espelho

Se mesmo depois do luto, e a imagem do ex ainda é recorrente na sua memória, o especialista ensina um exercício de programação neurolinguística (PNL): imagine a imagem dele como se fosse uma foto impressa num espelho preso na parede, e distante de você. Feche os olhos, e imagine que bate uma pedra nesse espelho, trinca tudo e se desfaz com os cacos caindo no chão. Abra os olhos novamente, monte de novo. E repita algumas vezes. “É uma estratégia mental para aliviar, se estiver sofrendo muito”, explica Mancilha.

Perdoe

Segundo o psiquiatra, o perdão é essencial para aliviar a dor da separação, e solta um peso das costas. “Alguns relacionamentos terminam carregados de mágoa. A dica é imaginar a pessoa seguindo o caminho dela, com a imagem diminuindo de tamanho até desaparecer do horizonte. E a sua imagem aqui e agora, seguindo o caminho oposto de forma tranquila e feliz consigo”, completa.

Via: Bolsa de Mulher

Janelas da vida....

Abre a janela do teu coração e deixa a alma arejar!
Sabes, aquele cheiro de mofo de sonhos que envelheceu e tu nem te deste conta? Deixa que o vento leve para longe...
Livra-te também de toda a mágoa e o rancor, faze uma boa limpeza na vidraça da janela do coração.
Garanto que enxergarás melhor a vida lá fora...
Deixa a luz inundar tudo, apagar as marcas das decepções, as tristezas das derrotas, o vicio de sofrer por sofrer e, acima de tudo, permite que o sol derreta o gelo da solidão...
Apaixona- te por um sorriso e sorri junto, ilumina as janelas dos olhos, atrai beija-flores, borboletas, vaga-lumes ...
Ama a pessoa que o espelho reflete todas as manhãs...
Escancara a janela dos desejos e esbanja sonhos!
Ninguém sonha em vão, e também não é verdade que os sonhos fogem, as pessoas é que desistem, e eles morrem...
Alicerça teus desejos com bases sólidas e constrói, dia a dia, degraus para chegares até a tua meta.
Depois, aplaude-te porque conseguiste ! Nisso reside o prazer...
Não permite que nenhuma sombra pesada cubra o sol, que nenhuma parede aprisione o vento e cale o som da vida.
Jamais te transformes em órfão da luz...
Desenha um horizonte além da tua janela, exagera nas cores e entremeia alegria entre folhas.
Floresce todos os campos que tua vista alcança e, depois, vai além muito além...
Expõe na janela toda a alegria de viver, mostra ao mundo um rosto luminoso, uma face sem rugas de preocupações, prontinha para ser acariciada e admirada.

Amplia a essência da ternura, semeia um gesto, uma frase doce ou um suspiro. Seguramente alguma alma comovida escutará e devolverá o eco da tua voz...
Desvia teu olhar das coisas tristes e infelizes, transforma em oásis toda a aridez que aparecer, joga venturas e aventuras em abundância, através da tua janela...
Espalha poeira dourada de sonhos além da janela, planta flores e colhe encantamento. Permite que as sementes da felicidade se espalhem e contaminem toda a terra...

Refaze tuas crenças, redime equívocos, culpas, regenera erros e falhas, distribui perdão. Valoriza o melhor de cada pessoa e, principalmente, o melhor que existe em ti...
Abre a janela da vida e sê pleno em cada coisa, ainda que pareça pequena.
Vive a forma adulta de ser criança, debruça-te na janela e não olhes, simplesmente, a vida passar através dela...
Viva!
(Lady Foppa)

Via A Força da Palavra

Via revista Bula

Via Cantinho das idéias